5 piores adaptações literárias para o cinema


Eu já trouxe para vocês as 5 melhores adaptações de livros para o cinema, na minha opinião, e essas são, para mim, as piores adaptações, não tinha nem que ter feito…



5º) Os Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos (2013 – The Mortal Instruments: City of Bones)
Perto da série o filme é perfeito… sim, o filme é bem fiel ao livro, mas não tem a mesma emoção dos livros, é meio cansativo, não achei o pior filme, mas não é uma adaptação que deu certo.
Não tenho que reclamar do Jamie e da Lily, até porque, para mim, eles foram muito bem de Jace e Clary. Jamie arrasou como Jace, e eu sempre imaginei um Jace mais parecido com o Jamie do que com o Dom. Lily é Lily Collins, arrasou como Clary. Mas o filme em conjunto não deu certo.
Clary Fray (Lilly Collins) presenciou um misterioso assassinato, mas ela não sabe o que fazer porque o corpo da vítima sumiu e parece que ninguém viu os envolvidos no crime. Para piorar a situação, sua mãe desapareceu sem deixar vestígios e agora ela precisa sair em busca dela em uma Nova Iorque diferente, repleta de demônios, magos, fadas, lobisomens, entre outros grupos igualmente fantásticos. Para ajudá-la, Fray conta com os amigos Simon (Robert Sheehan) e o caçador de demônios Jace Wayland (Jamie Campbell Bower), mas acaba se envolvendo também em uma complicada paixão.

4º) Romeu e Julieta (1996 – Romeo + Juliet)
Quiseram modernizar Romeu e Julieta e ficou uma bela porcaria, horrível esse filme, de verdade, Shakespeare deve ter se revirado no tumulo com essa adaptação, meu Deus é horrorosa, estragaram a parte mais bonita da história. Não sei pra que inventaram essa coisa de modernizar.
Nesta versão para os dias de hoje da peça de Shakespeare o cenário é Verona Beach. Os Capuleto e os Montéquio, duas famílias que sempre se odiaram, têm rixas sem cessar, mas isto não impede que Romeu (Leonardo DiCaprio), um Montéquio, se apaixone pela bela Julieta (Claire Danes), uma Capuleto. Entretanto, uma apresentadora de televisão anuncia que este amor profundo acabará gerando trágicas conseqüenciais, em virtude desta insana rivalidade familiar.

3º) 50 Tons de Cinza (2015 – Fifty Shades of Gray)
Sim, eu não gostei do primeiro filme, achei que ficou jogado muita coisa, para quem não leu o livro, ficou meio que sem noção algumas coisas, bom, foi o que eu imaginei… depois de mudar toda a equipe o segundo e o terceiro filme ficaram muito melhores, mas o primeiro foi uma droga, eu fui com tanta expectativa assistir e me decepcionei, tanto que no segundo eu já estava com medo de fazerem mais besteira, mas me surpreendi. Mas 50 tons de cinza é muito ruim.
Anastasia Steele (Dakota Johnson) é uma estudante de literatura de 21 anos, recatada e virgem. Uma dia ela deve entrevistar para o jornal da faculdade o poderoso magnata Christian Grey (Jamie Dornan). Nasce uma complexa relação entre ambos: com a descoberta amorosa e sexual, Anastasia conhece os prazeres do sadomasoquismo, tornando-se o objeto de submissão do sádico Grey.

3º) O Lar das Crianças Peculiares (2016 – Miss Peregrine's Home For Peculiar Children)
Para vocês terem noção eu não consegui nem assistir ao filme inteiro, meu Deus, o que fizeram com esse filme? Tim Burton já fez tanto filme bom, mas pelo amor de Deus, que filme lixo. De verdade, é um lixo. Cara mudaram umas coisas que foi muito sem noção… e pelo fracasso que foi esse filme, acho que não terá continuação, graças a Deus, porque estragaram lindamente. Eu adoro os livros, amo mesmo, Ransom me envolveu bastante com essa história, mas não me façam assistir esse filme, é muito ruim. Para quem não leu o livro deve ter sido muito legal, mas não, sem condição.
Após a estranha morte de seu avô (Terence Stamp), o jovem Jake (Asa Butterfield) parte com seu pai para o País de Gales. Lá ele pretende encontrar a srta. Peregrine (Eva Green), atendendo ao último pedido do avô, que lhe disse que "ela contará tudo". Só que, ao chegar, descobre que o local onde ela viveria é uma mansão em ruínas, que foi atingida por um míssil durante a Segunda Guerra Mundial. Ao investigar a área, Jake descobre que lá há uma fenda temporal, onde a srta. Peregrine vive e protege várias crianças dotadas de poderes especiais.

1º) Desventuras em Série (2005 – Lemony Snicket's: A Series of Unfortunate Events)
Eu estava em dúvida qual colocar em primeiro lugar, Desventuras ou crianças peculiares. Mas repensei, e realmente Desventuras em Série foi a minha maior decepção de adaptação… Eu amo essa coleção do fundo do meu coração, na época eu estava toda animada para assistir o filme, eu fiquei tão chateada com o filme que eu não sabia o que falar, de verdade, eu fiquei mal com esse filme, eu tinha quase 12 anos quando tive a minha maior decepção de adaptação. Eles reuniram 3 livros em um filme de quase 2h, vocês têm noção de quantas coisas foram cortadas, foram mudadas? Principalmente o final, que é horroroso. O elenco não tem culpa dessa tragédia, porque combinou, mas o filme não. E já recomendo aqui, assistam a série da Netflix e descubram o que é uma bela de adaptação, o autor do livro "Lemony Snicket", ajuda a escrever o roteiro, então vocês sabem que deve ser a melhor adaptação, sim, é perfeita. Mas vamos falar do filme ruim, que eles fizeram, não vale a pena, esqueça que essa coisa exista. Para quem não leu os livros, provavelmente gostou, mas não…
Klaus (Liam Aiken), Violet (Emily Browning) e Sunny (Kara Hoffman e Shelby Hoffman) são três irmãos que repentinamente recebem a notícia de que seus pais morreram em um incêndio. Como são menores de idade eles não podem ainda herdar a fortuna de seus pais, o que apenas ocorrerá quando Violet, a mais velha, completar 18 anos. O trio passa então a morar com o Conde Olaf (Jim Carrey), um parente distante bastante ganancioso, que deseja tomar a fortuna das crianças para si. Para atingir sua meta Olaf não medirá consequências.

Bom, essas foram as cinco piores adaptações no cinema, vocês concordam? Discordam?





You May Also Like

0 comentários