Resenha - The Heart of Betrayal, por Mary E. Pearson


OBS: Spoiler de quem é o assassino e quem é o príncipe, se ainda não leu o volume um, não recomendo ler essa resenha
Resenha:
Lia e Rafe são feitos de prisioneiros por Kaden e levado para o reino de Venda, o reino inimigo de Morrighan e Dalbreck. Os vendanos são conhecidos como um povo bárbaro e Lia teme por sua vida e de Rafe quando foram apresentados por Komizar. Diferente dos outros reinos que a linha de sucessão segue de pai para filha(o), em Venda, para se tornar Komizar é aquele que mata o Komizar anterior.
O príncipe de Dalbreck consegue se manter vivo com uma mentira convincente para Komizar, Lia só se mantém viva por conta de seu dom, que ela nem sabe usar, que Kaden, desesperadamente, fez com que Komizar visse como um interesse. Venda não se faz prisioneiros, por isso o destino dos dois é incerto ali. Kaden faz de tudo para manter Lia longe do Komizar e dos outros senhores do Rahtan, a guarda de honra do reino, sabendo que ela corre perigo, pede que ela fique em seu quarto para protege-la.
Lia aprende que Venda não é o reino que imaginava, que são selvagens, o preconceito da princesa vai se desconstruindo quanto mais conhece Venda, ela enxerga beleza, a inocência das crianças e a brutalidade de um lugar seco, onde a as plantações não vingam e o inverno é rigoroso.
Aos poucos Lia vai conhecendo mais o reino e o Sanctum, onde se mantêm presa, conhece passagens secretas. Lia consegue uma aliança inesperada com alguns vendanos, muitos ainda a odeia. Lia toma decisões que pode mudar tudo.

Opinião:
Eu amei como Venda foi mostrado, como a história do Kaden foi mostrada, o romance mostrado continua não me agradando, eu não consigo ver a química nos dois, não sei se é porque para mim, Kaden é o melhor personagem que existe, o mais bem construído e com uma história de doer o coração.
Mas continuo recomendando pela força da Lia e pela beleza da história.




You May Also Like

0 comentários