Resenha - O ódio que você semeia, por Angie Thomas


Resenha:
Starr mora em uma comunidade negra, mas estuda em uma escola de elite onde praticamente todos os seus colegas são brancos. Starr foi em uma festa do seu bairro com sua melhor amiga, Kenya, e lá encontra seu antigo amigo Khalil, no meio da festa começa um tiroteio e Starr e Khalil saem, ele está levando para casa quando o carro é parado por um policial branco, Starr aprendeu com os seus pais como se portar quando um policial a parar, seja obediente, sempre deixa as mãos a vista, só responde o que foi lhe perguntado, não faça movimentos bruscos e ela torce para que seu amigo tenha aprendido isso também, mas um movimento errado do amigo, faz o policial atirar nele três vezes, e Starr é a única testemunha do que aconteceu, quando seu amigo foi covardemente morto por um policial branco.
Em luto, sem saber como agir, com medo, mas ao mesmo tempo quer fazer justiça pelo seu amigo, já que falam que ele morreu por ser traficante, por fazer parte de uma gangue, por ser bandido, mas Starr foi a testemunha e ele morreu apenas por ser negro.
Para fazer justiça, Starr descobre que a sua voz é a sua arma, e isso a faz falar, expor o que aconteceu, o que as pessoas não sabem, e precisa mudar o desfecho disso tudo.

Opinião:
Esse livro é um tapa na cara da sociedade, e do racismo, e pensar que realmente muitos morrem por conta de sua cor de pele, é triste. E isso é a realidade dos EUA, todos nós sabemos disso. Eu fiquei tão irritada com alguns acontecimentos desse livro que eu queria entrar no livro e fazer justiça com as próprias mãos. E realmente a injustiça acontece também na realidade. E só de pensar nisso eu já fico revoltada, pessoas perdem a vida por tão pouco e não tem justiça, a grande maioria das vezes o negro é culpado por nada, apenas por ser negro. Isso é revoltante, mas nos faz refletir como a vida é injusta. Temos que pensar mais no próximo, mais em como as coisas realmente são, como nos comentários no verso do livro diz… "Trágico e poderoso. Um pedido final por mudança. Não vire as costas, junte-se a Starr", "Esta história é necessária. Está história é importante."
Esse livro virou filme, e está em cartaz no cinema, se na sua cidade está passando, não perca tempo e vá assistir, mesmo se não leu o livro, assista e depois leia o livro, vale a pena esse tapa na cara, vale a pena esse livro.



You May Also Like

0 comentários